Notícias



Busca

Pesquisa personalizada





Usina de Soluções Tecnologia da Informação

 

 

História da Família Nunes

 

 

 

NUNES: Nome português de origem patronímica, filho de Nuno.
Um dos primeiros Nunes de que se tem notícia foi o Conde Alvito Nunes (985-1015 ou 1016). Era filho de Nuno Alvites, neto de Alvito Lucides, bisneto de Lucídio Vimaranes e trisneto de Vímara Peres. Aparece a confirmar a doação de seu tio Telo Alvites ao mosteiro de Antealtares em 985 . Foi o sucessor do conde Mendo Gonçalves no governo do Condado Portucalense, segundo a lista fornecida pelo LF 22, de 1025. A acreditar nos Annales Portucalenses veteres, estava no castelo de Vermoim, quando os Normandos atacaram a região. Embora os Annales datem este acontecimento de Era 1054, é possível que ele se tivesse dado no ano anterior, segundo a comparação que R. de Azevedo faz desta notícia com um documento inédito do mosteiro de Moreira .
Sua esposa foi a Condessa Tudadomna, talvez a condessa Goncinha, ou Gontinha que em 994 obteve do abade Alvito a cessão da igreja de S. Maninho de Vila Nova (DC 168) e que antes de 1011 confirmou a agnicio de um contrato feito em Macieira da Maia (DC 216) com o nome de Domna Guntina. Com efeito esta Goncinha ou Gontinha deve ser a mãe de D. Loba Alvites, que em 1015-1016 vivia em Argentini suficientemente protegida dos Normandos para escapar aos seus assaltos e ajudar um homem de condição inferior a resgatar as filhas por eles raptadas . Era, portanto, casada com um Alvito.
Os filhos de Alvito Nunes foram:
1. Nuno Alvites (1017+ 1028), porque sucedeu a Alvito Nunes no condado Portucalense (LF 22). SEGUE.
2. Pedro Alvites, abade (1025-1070). Com efeito, Nuno tem um irmão chamado Pedro porque «consente» na doação que lhe faz o rei Afonso V em 1025 (DC 259). Da comparação deste documento com o DC 407, depreende-se que se trata do abade Pedro, do mosteiro de Guimarães. Temos, portanto, muito documentação sobre ele, do mesmo mosteiro, entre 1042 e 1070. Acompanhou o rei Fernando Magno na conquista de Coimbra . É também mencionado em LF 91 e 184.
3. Loba Alvites (1015-1016), se se admitir a hipótese apresentada acima, acerca da possível mulher do conde Alvito Nunes. Ver os documentos aí citados.

 

 

Voltar